Sensibilidade Dentária




Resultado de imagem para Belo sorriso


Uma das situações recorrentes na Odontologia é a sensibilidade dentária.
Ela ocorre por vários fatores, e a mais comum delas é a retração gengival.

                              

Muitos pacientes nos procuram relatando que sentem um incomodo, uma sensibilidade, as vezes mais forte, uma dor aguda. É algo que incapacita, quando mais aguda, a uma das atividades básicas da vida que é a alimentação. O alimento quente, ou o frio; os alimentos cítricos, adocicados, provocam algo como um "choque" na estrutura dentária e impede, ou reduz, a exposição da pessoa a estes alimentos, ou bebidas.
As vezes isso não ocorre somente com a alimentação. Muitas vezes é na higienização, que ocorre o incomodo. Ao passar as cerdas da escova pela região do colo dental, ou ao passar o fio dental, vem a sensibilidade e atrapalha esta atividade. Como consequência se deixa de higienizar este local, muitas vezes, o que acarreta outro problema que é o acumulo de placa, ou biofilme, na região ( mas  isso é assunto para outra postagem).

Você já sentiu essas sensações? É bastante desagradável, não é?

Bom, é claro que o auxilio do profissional é imprescindível, mas algumas atitudes podem colaborar enquanto esse auxilio não é buscado.

Por exemplo, existem escovas dentais que são muito boas para a higienização de forma suave e agradável. Eu sempre costumo indicar as de cerdas macias, existem no mercado ótimas escovas, e outras não tão boas (infelizmente o preço é um diferencial que denota qualidade, as mais caras tendem a ser as melhores) Não vou citar nomes, mas indico aos meus pacientes as de cerdas macias, como já citei, atualmente as com cerdas emborrachadas nas laterais, e mais recentemente as com um maior número de cerdas, que são macias e muito eficazes.

      


Outro aspecto é o dos cremes dentais. Existem cremes com dessensibilizantes, outros indicados para dentes e gengivas sensíveis, existem outros que são específicos para a sensibilidade dental. ( Como a intenção não é citar marcas, o ideal é conversar com um profissional da área para ver qual a indicação melhor para cada caso)


Também deve-se estar atento á técnica de escovação utilizada, e não só em relação à força, pressão aplicada, também o tipo de movimento faz diferença. O ideal é sempre utilizar movimentos suaves, de duas formas, ou em rotação, ou em movimentos ascendentes ou descendentes, englobando dois a três dentes por vez.



( não precisa medir os graus de inclinação não, tá. Só inclinar, mais ou menos a 45º)

 Movimento circular

( as fotos não são minhas, são de fontes da internet)

Sempre procure um profissional para lhe dar mais esclarecimentos e adequar qualquer tratamento ao seu caso individual. Não se medique sozinho. Além de perigoso pode ser ineficiente.

É isso.


Comentários